o problema do jornalismo – josé antónio lima e os bandoleiros do DN

Quando saiu a manchete do «DN» revelando a fonte na origem das suspeitas de escutas em Belém, aquilo que mais me chocou não foi tanto o imbróglio político por detrás do assunto, mas mais, talvez por via de um assomo de honra jornalístico-profissional, o modo como o «DN» tratou, aviltantemente, o trabalho de um jornalista de um periódico concorrente; denunciando o seu modo de trabalho, as suas fontes, um seu e-mail, pasme-se! E, pior, esquecendo-se de dizer como ou quem lhe passou o e-mail em causa. Quando os jornalistas são os primeiros a defender o direito à não revelação de fontes é curioso que seja um jornal (e a sua direcção) a revelarem as fontes de outros jornalistas. Curiosamente também, este aspecto da questão não deu muito brado na Imprensa, nem vi ninguém a exaltar-se contra o procedimento infame. É pois com satisfação que leio hoje, no Sol, António José Lima a dizer precisamente isso, a lembrar que «os actuais responsáveis editoriais do “DN” portaram-se como um bando de delatores, um grupo de bandoleiros para quem vale tudo.» E termina bem: «Não vão longe.» Resta saber até onde vão, até onde os deixam ir (alô, alô, Comissão da Carteira de Jornalistas!) e para onde vai a Imprensa que temos com gente desta à sua frente.

Anúncios

~ por pedroteixeiraneves em Setembro 25, 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: