nossa senhora de moreira

Este ano, fiz-me à estrada. Quero dizer, ao monte. Duas horas de súbida suada, por entre terras e pedras, montes e poeira. Coisa dura, garanto. Não por promessa, ou respectiva paga, antes pelo prazer de me misturar com as gentes (sobretudo emigrantes) e sentir-lhes o pulso da devoção. «Allez-y?» Ala, ala! Ufa, e eu que nem sequer carregava um andor, tão-somente a máquina fotográfica e uma garrafa de água. Todos os anos é assim, mais de mil metros quase a pique, desde o Eido (Ansiães) até ao topo do monte, bem acima do IP4. São as festas em honra de Nossa Senhora de Moreira.














~ por pedroteixeiraneves em Agosto 22, 2010.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: