o problema do medo – david grossman

«Telaviv, final de 1984. Eu estou no pontão. Só restam três pescadores. Os outros fartaram-se e foram para casa. E tu estás tão escura, sempre em movimento. E tão desperta, sinto-o. Sinto-te perfeitamente. Diante de ti a cidade contrai-se subitamente de medo. Torna-se evidente, uma evidência quase dolorosa, que não passa de uma ilha que não teve coragem de ser ilha.»

David Grossman, «Ver: Amor», Campo das Letras

~ por pedroteixeiraneves em Setembro 24, 2010.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: