jan karski – o problema de deus

«No silêncio do frente-a-frente entre Deus e o extermínio, no próprio cerne dessa ausência, julguei poder aguentar e fazer assim o meu luto. Deixei vir a mim toda a desolação desse frente-a-frente, deixei-o invadir-me, não era mais do que essa desolação. Pensei que, ao exterminar milhões de judeus, o extermínio exterminara a possibilidade de um deus. Pensei que esse deus não conhecia o socorro nem a caridade. Pensei também que amaldiçoara os homens, que a sua impotência era do mesmo calibre que a potência do extermínio.»

Yannick Haenel, «Jan Karski», Teorema

A vida de um herói, Jan Karski. Um livro, como de esperar, brutal, pela intemporal força da miséria havida. A ler, a ler, a ler, porque essa é uma ferida que não pode, não deve cicatrizar. Só a palavra pode salvar a palavra. A humanidade ter-se-á perdido há muito, pelo menos a sua pureza… Pelo menos aquela que transpira da nobreza e carácter d’«O Cavaleiro Polaco», de Rembrandt.

~ por pedroteixeiraneves em Outubro 22, 2010.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: